Mediunidade

Diferente do que se acredita, ser médium não depende de uma capacidade “sobrenatural”, de um “poder” maior ou menor de ver, sentir ou até incorporar uma entidade, um guia ou um mentor espiritual.

Médium, do latim, significa ‘que está no meio, entre duas partes, intermediário’. Ou seja, algo que está entre dois ou mais parâmetros. E quais seriam esses parâmetros no nosso caso de estudo? Os campos magnético e elétrico da Terra (e não só dele, como veremos depois).

O campo magnético é uma “camada” de energia ligada à superfície da Terra, causada pela movimentação do magma do núcleo terrestre; essa energia é chamada de energia telúrica, e interfere em tudo que é vivo na superfície terrestre.

Fora isso, a Terra é um condutor elétrico, e possui em sua atmosfera uma carga variável por íons positivos e negativos. Podemos entender que a relação entre partículas de água, o magnetismo da terra e as variações dessa carga (causadas pela variação de temperatura, altitude do solo, raios ultravioleta, ondas de rádio etc.), transformam a atmosfera terrestre em um grande potencial elétrico.

Logo, o planeta Terra possui eletromagnetismo. E todo ser vivo é capaz de produzir energia, e é um condutor dessas energias.

Já nos seres humanos, podemos dizer que nossa matéria, nosso corpo, possui magnetismo para se manifestar, ou seja, precisa dessa energia mais densa e ligada à terra para poder se manter no meio físico.

nosso espírito, é elétrico, é constituído por uma frequência de ondas que vibram no espaço e possui um padrão próprio (que varia de acordo com as crenças, pensamentos de cada um), com polaridade negativa e positiva.

E pelo fato de estarmos entre os dois campos, por possuirmos essas duas características, é que somos médiuns. Estamos intermediando essas duas realidades. Logo, também somos eletromagnéticos. Tudo que está no macro, está no micro!

Agora… se um espírito é elétrico, TODOS são. Sejam encarnados ou desencarnados. E é daqui que partem os tipos de mediunidade mais conhecidos como vidência, clarividência, psicografia, incorporação…

Isso acontece, porque nosso cérebro possui as sinapses. E o que são sinapses? É a região de comunicação entre neurônios, sejam unidirecionais (químicas) ou bidirecionais (elétricas). Os neurônios não se encostam, porém a informação é transmitida de forma química ou elétrica.

E por que isso importa para nós? Bom, porque onde há eletricidade, há espírito. OI?! – Quando digo isso, quero dizer que, por haver eletricidade inclusive no seu cérebro, é possível (na verdade, é inevitável) que a gente sofra influências espirituais externas, pois eletricidade trata de tudo que tem polaridade, e elas, se combinam o tempo todo.

Então, nosso cérebro, assim como nosso coração, ao gerar eletricidade num processo natural, entra em contato com a eletricidade do meio externo, e embora a gente não veja com os olhos físicos, sentimos e percebemos essas conexões.

Certo, e o que fazer com essa mediunidade? Como lidamos com ela? Através do sentir. Perceber que você é um ser eletromagnético, um ser intermediário, capaz de perceber e captar determinadas vibrações e ondas, e que não existe erro em sentir isso. E assim, aceitar e respeitar o que se sente, e sair quando tiver que sair, ou integrar em si, o que precisa ser integrado.

Parece complicado, mas quando você desliga o modo racional e se volta para o modo alma, essa compreensão é mais clara. Mas está tudo bem, ainda teremos posts sobre esse tema!

Somente sendo o que somos – seres intermediários, médiuns – é que podemos alcançar nossa máxima potência e expandir o horizonte de nossa consciência. Até mais 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: